Câncer de mama: saiba mais sobre ele

Saiba mais sobre o uso da toxina botulínica, ou botox
13 de setembro de 2019
Saiba mais sobre o câncer de colo do útero
10 de outubro de 2019
Exibir tudo

O câncer de mama ocorre quando as células do tecido mamário se proliferam de modo anormal, rápido e desordenado. Apesar de acontecer de forma quase exclusiva em mulheres, os homens também podem desenvolver a doença.

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres em todo o mundo. Este também é a maior causa de morte de mulheres por câncer. Apesar de ter um forte caráter genético, nem sempre os tumores da mama são hereditários. 

Faça o seu agendamento aqui

Como ocorre o câncer de mama?

Quando funciona normalmente, o organismo substitui células danificadas por outras novas e saudáveis. A divisão celular irregular pode ocorrer devido a mutações genéticas e esta produção excessiva origina o tumor.

Os tumores podem ser benignos ou malignos. Os primeiros crescem lentamente e não se espalham para outras partes do corpo. Os malignos são cancerosos e, caso não sejam tratados, suas células podem invadir tecidos e órgãos vizinhos.

 

Quais são os sintomas do câncer de mama?

Os sintomas do câncer podem variar ou até mesmo ser inexistentes de acordo com o organismo da paciente. Por isso é tão importante que cada uma conheça suas mamas a fim de reconhecer caso haja alterações.

De início, podem ser notadas mudanças na pele, como espessamento, vermelhidão, inchaço, sensação de calor ou feridas. Mesmo que não seja possível notar um nódulo na mama ao tocá-la, há relatos de dor ou coceira no local. Deve-se observar a intensidade e a frequência da dor a fim de relatar ao médico em uma futura consulta.

Em alguns casos, a textura da pele se torna semelhante a uma casca de laranja, apresentando inchaços. Estes podem se estender até o braço ou à axila da paciente. A mama tende a sofrer alterações de tamanho, forma ou surgimento de sulcos, enquanto os mamilos podem apresentar secreção.

É importante buscar aconselhamento médico ao notar qualquer um desses sinais a fim de obter o diagnóstico correto. A partir disso, o profissional irá indicar a realização de exames para determinar o tratamento mais adequado à realidade da paciente.

 

Como posso prevenir o câncer de mama?

De forma geral, para prevenção, é recomendado que a paciente visite o ginecologista anualmente e preste atenção aos sinais do próprio corpo. É importante fazer os exames de check-up regularmente e observar as mamas durante o banho e a troca de roupa. O autoexame deve ser realizado, no mínimo, uma vez por mês, mas não substitui a visita ao médico de sua confiança ou a mamografia.

 

Como é o tratamento do câncer de mama?

Atualmente, existem diversos tratamentos para esta doença. Cabe ao médico definir o melhor de acordo com tipo e o estágio do tumor. Os tratamentos locais, como cirurgia e radioterapia, atuam na região afetada pelo câncer. 

Os tratamentos sistêmicos, por sua vez, utilizam medicamentos orais ou administrados diretamente na corrente sanguínea. O objetivo deste tipo de tratamento é alcançar as células cancerígenas. Entre eles estão a quimioterapia, a terapia hormonal e a chamada terapia alvo.

As melhores formas de combater esta doença são a informação e o diagnóstico precoce. Apesar disso, no Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama se mantêm elevadas. Isso se deve ao fato de que, em muitos casos, a doença só é diagnosticada em estágios avançados. Consulte um médico especializado e saiba mais sobre o assunto.

Faça o seu agendamento aqui
WhatsApp ATENDIMENTO