Artrose: conheça sintomas, recomendações e tratamentos

Confira tudo o que você precisa saber sobre as micoses
13 de setembro de 2019
Saiba mais sobre o uso da toxina botulínica, ou botox
13 de setembro de 2019
Exibir tudo

A artrose consiste em uma doença que afeta as articulações e também é chamada de osteoartrite ou doença articular degenerativa. Caracterizada pela degeneração das cartilagens, ela pode danificar as estruturas ósseas vizinhas, sendo a mais comum do grupo chamado “reumatismos”. As articulações com maior ocorrência da doença são as das mãos, da coluna, dos joelhos, e as coxofemorais.

Faça o seu agendamento aqui

Quais são os sintomas da osteoartrite?

Casos iniciais podem ser assintomáticos, sendo notados apenas através de radiografias. Ao menor grau de agravamento, a dor se torna frequente durante a realização da movimentação da articulação afetada. De modo geral, há alívio quando em repouso.

Com o desenrolar da doença, as dores se tornam ainda mais intensas e podem piorar ao final do dia. Podem surgir outros sintomas, como rigidez pela manhã, rangidos, inchaço e redução de movimentos. Há relatos de acúmulo de conteúdo líquido no interior das articulações afetadas. Cada organismo reage de um modo distinto: enquanto alguns pacientes não conseguem se movimentar, outros relatam menos dor. Em ambos os casos, a degeneração das articulações é contínua e os sintomas podem ser intermitentes.

 

Quais são os fatores de risco?

Pessoas obesas ou de idade avançada possuem mais chances de desenvolver artrose. Esta doença afeta tanto homens quanto mulheres, mas estas últimas são mais propensas à doença. Deformidades ósseas, como cartilagens e articulações mal formadas e joelhos valgos ou varos aumentam o risco de artrose. O mesmo pode ser dito de lesões articulares causadas por acidentes ou pela prática de esportes. Há ainda a chance de alterações do metabolismo e doenças como hipotireoidismo, diabetes, gota ou doença de Paget do osso desencadearem osteoartrite.

 

Quais são as recomendações para pacientes com artrose?

A fim de diminuir dores e incômodos, é recomendado repousar por algum tempo durante o dia. Isto deve ocorrer principalmente após a realização de atividades que exijam muito das articulações afetadas. Também é recomendado ter mais cuidado ao realizar movimentos como sentar, levantar, caminhar e pegar objetos, evitando sobrecarregar as articulações. É importante observar a postura mantida e utilizar sapatos confortáveis.

Exercícios de impacto devem ser suspensos, assim como atividades como carregar peso. Por outro lado, são indicados treinos para fortalecer e tonificar a musculatura. Andadores, bengalas, corrimãos e alças de apoio no banheiro são aliados para devolver a independência e a autonomia dos pacientes, permitindo a locomoção.

 

Quais são as opções de tratamento?

Ainda não há um método que impeça a evolução da doença ou reverta o quadro uma vez instaurado. No entanto, o condicionamento físico é essencial para controle dos sintomas, tanto através da reeducação alimentar quanto de exercícios físicos. Com a redução das dores, o portador da artrose poderá ter qualidade de vida e retomar suas atividades rotineiras, sem limitações de movimento.

O uso de medicamentos deve ser indicado pelo médico responsável pelo paciente. Poderão ser receitados analgésicos para redução da dor e anti-inflamatórios caso haja qualquer quadro de inflamação.

Situações mais graves podem requerer tratamento cirúrgico, sendo a artroplastia, ou substituição da parte danificada, a mais comum. Outras opções de cirurgia são a artrodese, ou fusão de dois ossos; a osteoplastia, ou limpeza cirúrgica da parte óssea comprometida; e a osteotomia. Esta última consiste no realinhamento ósseo da porção afetada.

Faça o seu agendamento aqui
WhatsApp ATENDIMENTO